Lei Aldir Blanc é um socorro a Cultura do Brasil

A Lei Aldir Blanc, sancionada pelo Presidente Jair Bolsonaro em junho do ano passado, garantiu uma renda emergencial a profissionais do setor cultural, como artistas, contadores de histórias e professores de escolas de arte e capoeira, paga por meio dos governos estaduais em três parcelas mensais de R$ 600.

Foi prorrogado o prazo da utilização dos recursos da Lei Aldir Blanc, do Ministério do Turismo, para o exercício financeiro de 2021. A medida, editada pelo Presidente Jair Bolsonaro, foi publicada no final de dezembro no Diário Oficial da União.

Na prática, com o ato, fica autorizada a liquidação e o pagamento, neste ano, dos recursos da Lei Aldir Blanc que tenham sido empenhados e inscritos em restos a pagar pelo ente responsável no exercício 2020. Ou seja, os secretários de Cultura de cada cidade e estado terão este ano para empregar os valores ainda não utilizados em socorro ao setor cultural por conta da Covid-19. Atualmente, a Lei exigia que as ações e projetos apoiados com tais recursos fossem executados até o fim do ano passado.

Fonte: Ministério do Turismo

formulários

ARTESÃOS

ARTISTAS E PRODUTORES CULTURAIS

GRUPOS CULTURAIS

nossas redes sociais

x